Skip to content

Excesso de mortalidade 2020 – Comparação com mortes Covid e restrições impostas

O número de mortes atribuídas à Covid-19 em todo o Mundo é significativo, mas isto não significa que o novo coronavírus tenha tido um impacto forte nas habituais taxas de mortalidade em todos países. Na verdade, existem variações significativas.

Apesar do número de mortes Covid, muitos países não registaram qualquer excesso de mortalidade em 2020, face aos anos anteriores, e alguns deles chegaram mesmo a reportaram menos mortalidade do que no ano passado.

O Canadá tem dados até à semana 42, e a Islândia e a Itália até à semana 44. A Eslováquia só tem dados até à semana 48, e a Grécia e a Coreia do Sul até à semana 49. A Suíça e a República Checa baseiam-se em dados até à semana 50, e a Hungria, Eslovénia, e os EUA baseiam-se em dados até à semana 51.
Our World in Data
Covid Tracker
Covid Stringency Index

A mortalidade em excesso por todas as causas é um indicador relevante que ajuda a perceber o real impacto que o vírus teve no volume de óbitos expectável em cada país. Mas existem outras variáveis que podem ajudar a explicar a grande diferença que existe em termos de impacto total.

Uma análise do Centre for Evidence-Based Medicine da Universidade de Oxford conclui que “o excesso de mortalidade está correlacionada com o número de mortes Covid (r = 0,8)”.

Na Finlândia, Islândia, Noruega, Dinamarca e Letónia morreram menos pessoas em 2020 que nos últimos 5 anos. Estes países registaram também, no global, menos mortes Covid que os restantes. Finlândia, Islândia, Dinamarca e Letónia foram também os países que menos restrições Covid impuseram, de acordo com o Oxford Index. Estas restrições incluem lockdowns, encerramento de estabelecimentos, escolas e atividades desportivas, entre outros exemplos.

Mas há exceções – países como o Luxemburgo e a Suécia que apesar de registarem um número de mortes Covid acima da média têm excessos de mortalidade baixos (1,1 e 1,5% respetivamente).

A maior parte dos países da Europa de Leste só registou um excesso de mortalidade significativo na segunda metade do ano passado. Bulgária, República Checa, Croácia, Hungria, Lituânia, Luxemburgo, Polónia, Eslováquia e Eslovénia são alguns dos exemplos.

Os EUA são frequentemente citados como um dos países mais afetado pela pandemia. O número total de mortes Covid é muito elevado, mas em termos de excesso de mortalidade este país fica atrás da Polónia, do Chile ou mesmo de Espanha.

Portugal surge mais ou menos a meio desta tabela, tanto em termos de excesso de mortalidade (6,8%), como de mortes Covid. Mas surge no Top 5 dos países com mais restrições impostas.

Tal como Portugal vários países dentro da média ou abaixo na mortalidade Covid apresentam um excesso de mortalidade muito significativo. São os casos da Polónia, Chile, Áustria, Israel ou Canadá.

Gostou deste artigo? Apoie-nos no Patreon!

Comentários

Sem comentários ainda. Adicione o seu abaixo!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter