Skip to content

Barómetro de corrupção: Quase metade dos portugueses usou relações pessoais para obter serviços públicos nos últimos 12 meses

No barómetro global de corrupção da UE, Portugal surge como o segundo país (a par da França) em que mais utilizadores de serviços públicos afirmam ter usado relações pessoais para os obter (48% nos últimos 12 meses).

Nesse ranking, Portugal apenas é superado pela República Checa (57%). Os países com melhores resultados são a Estónia (12%), a Eslovénia (18%) e a Suécia (19%).

Imagem

* Percentagem de usuários do serviço público que usaram conexões pessoais para obter um serviço nos últimos 12 meses

O barómetro analisa ainda várias perceções que os cidadãos europeus têm.

Perceção sobre o aumento da corrupção

Segundo a sondagem quase um terço acha que a situação está pior no seu país e 44% acha que está semelhante.

Portugal é o 5ª país (empatado com a Croácia) com mais pessoas que acham que a corrupção aumentou no último ano (41%).

* Percentagem de pessoas que acham que a corrupção aumentou nos últimos 12 meses

Perceção sobre relações entre negócios e política

Apenas 30 por cento acha que seu governo leva os pontos de vista da população em consideração para tomar decisões. Cerca de metade acha que subornos ou ligações são habituais ​​por parte de empresas para garantir contratos lucrativos com o governo.

Como resultado, mais de metade da população da UE acha que o seu governo é controlado por interesses privados.

Portugal surge no sétimo lugar, a par da Letónia. 63% dos portugueses considera que o governo é dirigido por interesses privados.

* Percentagem de pessoas que concordam que o governo é dirigido por alguns grandes interesses que cuidam de si mesmo

Perceção sobre as instituições mais corruptas

Em termos gerais da EU, as instituições percecionadas como tendo membros maioritariamente corruptos são o parlamento (28%) e os executivos empresariais (25%). As percecionadas como menos corruptas são a polícia (11%) e os juízes/magistrados (14%).

O Barómetro de Corrupção Global da Transparency International é uma das maiores pesquisas de opiniões e experiências de corrupção em toda a UE. Foram inquiridas mais de 40 000 pessoas em todos os 27 países da UE.

Gostou deste artigo? Apoie-nos no Patreon!

Comentários

Sem comentários ainda. Adicione o seu abaixo!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter