Skip to content

Maior jornal alemão pede desculpa a crianças e acusa políticos

O jornal BILD, emitiu um pedido de desculpas pela cobertura da pandemia nos últimos 18 meses.

O jornal divulgou um vídeo de 5 minutos onde o editor-chefe Julian Reichelt, foi muito duro com os políticos e se dirigiu especialmente às crianças.

“Aos milhões de crianças deste país, por quem a nossa sociedade é responsável, quero expressar aqui o que nem o nosso governo nem a nossa Chanceler se atrevem a dizer-vos. Pedimos que nos perdoem. Pedimos-vos desculpa por esta política, que durante um ano e meio vos fez vítimas de violência, negligência, isolamento e solidão.”

Também não poupou os media:

“Desculpa por esta política e cobertura mediática que, como um veneno, incutiu em ti os sentimentos que te fez sentir que eras um perigo mortal para a sociedade. Não és um perigo para a sociedade, não acredites nesta mentira.”

Reichelt insurge-se contra o facto de em vez de terem sido protegidas, como era obrigação, terem sido persuadidas de que constituíam um perigo:

“… persuadimos os nossos filhos de que iam matar os seus avós, se se atrevessem a ser o que são, crianças. Ou se fossem ter com os amigos. Nada disto foi cientificamente provado. Foi fácil forçar isso nas crianças, não se podem defender e não votam.”

Salienta que quando o Estado “rouba os direitos de uma criança deve provar que ao fazê-lo a protege contra um perigo concreto e iminente” e que tal prova “nunca foi apresentada”.

O editor-chefe afirma que, ao invés, tal:

“Foi substituído por propaganda que apresenta a criança como vetor da pandemia. Aqueles que queriam contradizer esta propaganda nunca foram convidados para a mesa de peritos.”

Gostou deste artigo? Apoie-nos no Patreon!

Comentários

Sem comentários ainda. Adicione o seu abaixo!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter