Skip to content

Há quanto tempo está o SARS-CoV-2 entre nós?

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças Infecciosas (ECDC) indica que a pandemia terá surgido entre outubro e dezembro de 2019, e que em Itália estaria presente pelo menos desde 18 de dezembro. De acordo com este organismo:

“No final de junho de 2020, o banco de dados GISAID EpiCoV continha mais de 57.000 sequências de genoma de SARS-CoV-2.”

Uma meta-análise de estimativas de tempo para o último ancestral comum do vírus sugeriu que a pandemia começou entre 6 de outubro e 11 de dezembro de 2019. A análise retrospectiva de amostras de esgoto de Milão e Torino mostrou que o vírus já estava presente no norte da Itália a 18 de dezembro de 2019.

Três diferentes análises filogenéticas de coronavírus muito parecidos, que foram feitas ao longo do tempo, sugeriram que a linhagem que deu origem ao SARS-CoV-2 divergiu do coronavírus de morcego mais semelhante, entre 1948 e 1982.

“Os morcegos são, portanto, o reservatório animal original mais provável do vírus, com um hospedeiro animal intermediário envolvido na transmissão aos humanos. No entanto, a natureza recombinante dos coronavírus complica a análise filogenética de longo prazo. Evidências genómicas também indicam que é improvável que o vírus seja um produto de manipulação in vitro, ou seja, de origem sintética.”

Referências

SARS-CoV-2 virus evolution. Coronaviruses. An agency of the European Union. European Centre for Disease Prevention and Control. (Last update 03/09/2020)

van Dorp L, Acman M, Richard D, Shaw LP, Ford CE, Ormond L, et al. Emergence of genomic diversity and recurrent mutations in SARS-CoV-2. Infection, Genetics and Evolution. 2020 2020/09/01/;83:104351

Gostou deste artigo? Apoie-nos no Patreon!

Comentários

Sem comentários ainda. Adicione o seu abaixo!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter