Skip to content

Isolamento de positivos com sintomas ligeiros desce para 10 dias. Para os outros mantêm-se os 14 dias. Porquê?

Pessoas infetadas com o vírus da Covid-19 que sejam assintomáticas, ou que possuam sintomas ligeiros, só têm de cumprir um isolamento de 10 dias, e podem regressar à “comunidade” sem ser necessário um novo teste.

A nova atualização da norma 004/2020 – “Abordagem do Doente com Suspeita ou Confirmação de Covid-19” – reduz, desta forma, o período de isolamento de 14 dias para apenas 10 dias.

Mas porque é que esta redução é só para alguns. Porque é que os contactos assintomáticos têm de cumprir os 14 dias de isolamento, e os positivos acima identificados não têm?

A redução para os 10 dias de isolamento aplica-se exclusivamente a casos positivos sem sintomas ou com sintomas ligeiros. Como explicou Graça Freitas, uma pessoa é considerada doente a partir do momento em que testar positivo.

“A Ciência já permite saber que essa pessoa era infeciosa 48 horas antes de manifestar os sintomas. Sabemos que num doente ligeiro, essa capacidade de infetar outros vai diminuindo, e se ele não tiver febre durante três dias e não tiver agravamento dos sintomas, ao fim do 10º dia, depois de ter iniciado a sua doença, praticamente já não contagia ninguém. Por isso é que ele tem alta clínica, que coincide com a sua saída para a comunidade. E não precisa, de acordo com o que já se sabe da ciência, de um teste.”

A diretora-geral da saúde explicou ainda que esta norma não se aplica aos contactos assintomáticos. Estes terão de estar 14 dias em isolamento profilático devido ao período de incubação.

“Não sabemos se ele está infetado ou não. (…) É um período cego. A pessoa pode ter o vírus com ela, não ter nenhum sintoma, não ter um teste positivo e no entanto o vírus está lá e vai aparecer mais tarde.”

Este período pode variar entre os 7 e os 9 dias, indicou Graça Freitas, sublinhando que os avanços permanentes no que diz respeito à investigação científica desta doença vão permitindo diminuir o isolamento profilático dos doentes.

O novo documento diz:

“Para os doentes com Covid-19 assintomática, isto é, pessoas sem qualquer manifestação clínica de doença à data do diagnóstico laboratorial e até ao final do seguimento clínico, o fim das medidas de isolamento é determinado 10 dias após a realização do teste laboratorial que estabeleceu o diagnóstico de Covid-19.″

Esta decisão não foi tomada isoladamente em Portugal. Na Europa, outros países reduziram também os períodos de quarentena para 10 dias, ou mesmo para sete dias, como é o caso da Bélgica.

A EDCD também atualizou os critérios de alta e de fim do isolamento de casos Covid-19.

Gostou deste artigo? Apoie-nos no Patreon!

Comentários

Sem comentários ainda. Adicione o seu abaixo!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter